Notícia

Dia Europeu das Línguas assinalado em Lisboa e Coimbra

A celebração em Portugal do Dia Europeu das Línguas, arranca este ano com a apresentação de um rap, em crioulo de Cabo Verde e em português, para e sobre a Europa, tal como vista pelos jovens do Kova M Estúdio, um projeto musical da Associação Moinho da Juventude, da Cova da Moura, na Amadora.

A atuação terá lugar na sexta-feira, 23 de setembro, às 20h30, no palco Cine-Estúdio do Festival Iminente, em Lisboa. Antes disso, pelas 19h30, decorrerá, na redação da Mensagem de Lisboa no espaço do festival, uma conversa sobre a língua crioula no contexto das línguas oficiais e minoritárias da União Europeia, com a participação de Heidir Correia (um dos autores do rap e coordenador do Kova M), Karyna Gomes (cantora e jornalista da Mensagem), e Juana na Rap (rapper do Monte da Caparica), entre outros.

Esta iniciativa da Representação da Comissão Europeia em Portugal, em parceria com a Mensagem de Lisboa e o Gabinete de Ligação do Parlamento Europeu já incluiu, no passado dia 15, uma visita de uma equipa da Comissão e do Parlamento à Cova da Moura. Aí se falou da relação que têm estes moradores com o sentido europeu e se lançou o desafio de celebrar o crioulo de Cabo Verde como língua minoritária da União Europeia, não representada nas 24 línguas oficiais, mas com expressão em toda a União Europeia, através das várias comunidades cabo-verdianas, e que faz de Lisboa a mais crioula das cidades europeias.

Kova M studio

Os músicos do estúdio Kova M, parte da equipa representante da Comissão Europeia e do Parlamento Europeu em Portugal e da Mensagem, na Cova da Moura. Foto: Inês Leote

 

A partir de dia 24 e até 26 de setembro, é Coimbra que acolhe o Encontro Europeu das Línguas, de entrada gratuita e a decorrer entre as 14h00 e as 18h00 de sábado 24 e entre as 10h30 e as 18h00 de domingo 25 e segunda-feira 26 de setembro, no Parque Verde de Coimbra. Este encontro conta com um programa cultural diversificado e atividades para todos, escolas, associações, famílias, permitindo aos participantes contactar com línguas e culturas de diferentes países e celebrar a diversidade.

O evento de Coimbra é organizado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal em colaboração com o Gabinete de Ligação do Parlamento Europeu, o Europe Direct Região de Coimbra e Região de Leiria, a Câmara Municipal de Coimbra e a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

O Encontro Europeu das Línguas será constituído por stands informativos de diversas entidades que apresentarão igualmente diferentes atividades e passatempos, como por exemplo um passatempo sobre a Europa e as suas línguas, o Jogo «À descoberta da União Europeia» e várias exposições multilingues. Os visitantes podem ainda participar em miniconversas em diversas línguas à sua escolha, no espaço «SpeakConnecting», onde cada um terá a oportunidade de praticar as suas habilidades e compartilhar a sua cultura.

No palco principal haverá ainda diversas atuações relacionadas com a temática do encontro, nomeadamente: um workshop de língua gestual portuguesa, várias sessões de leitura encenada, teatro infantil, música ou uma sessão sobre «Oportunidades para tradutores nas instituições da UE».

Haverá ainda uma cerimónia oficial na segunda-feira dia 26 de setembro, pelas 10h30, para assinalar o Dia Europeu das Línguas.

Ainda no âmbito das celebrações do Dia Europeu das Línguas, decorre também na sexta-feira dia 23, da parte da manhã, no Facebook da Representação da Comissão Europeia em Portugal, um seminário em linha dirigido às escolas, mas aberto a todos os interessados, sobre AsLínguas da Raia entre Portugal e Espanha. Realizado em parceria com a Representação da Comissão Europeia em Espanha e organizado pelas Antenas da Direção-Geral da Tradução da Comissão Europeia em Madrid e Lisboa, este seminário – parcialmente transmitido desde a Fundação Rei Afonso Henriques em Zamora – porá em destaque as línguas minoritárias ainda faladas junto da raia luso-espanhola: galego, mirandês, a fala e barranquenho. Num exercício de intercompreensão característico desde há muito das regiões raianas, todas estas línguas serão utilizadas no seminário, a par do português e do castelhano.

Desde o dia 6 de setembro, está ainda a decorrer nas redes sociais da Representação da Comissão um passatempo sobre a Europa e as suas línguas.

Dia Europeu das Línguas foi instituído no Ano Europeu das Línguas em 2001, por iniciativa conjunta do Conselho da Europa e da Comissão Europeia, com o objetivo de celebrar e preservar a diversidade linguística como uma riqueza do património comum da Europa.

Partilhar:
Voltar