Notícia

Europa Criativa: orçamento aumenta em 2022 para apoiar setores cultural e criativo

Com um orçamento de cerca de 385 milhões de euros, ou seja, quase mais 100 milhões de euros do que em 2021, o programa Europa Criativa reforça o seu apoio aos parceiros criativos e culturais, tendo devidamente em conta os desafios resultantes da crise da COVID-19 e a crescente concorrência mundial. A vertente Cultura do programa incluirá novos convites e iniciativas para os setores da música, do património cultural, das artes do espetáculo e da literatura. Além disso, lançará um regime de mobilidade que oferecerá aos artistas, criadores ou profissionais da cultura a oportunidade de ir para o estrangeiro com vista ao desenvolvimento profissional ou a colaborações internacionais, bem como de encontrar novos públicos, de coproduzir, de cocriar ou de apresentar o seu trabalho. A vertente MEDIA está centrada no audiovisual e foram introduzidas várias novidades em 2022. Será financiado o apoio ao desenvolvimento de jogos de vídeo inovadores e de experiências de realidade virtual. Uma nova ação, designada «MEDIA 360 graus», centrar-se-á nos fóruns industriais de vanguarda que interajam com as empresas ao longo de toda a cadeia de valor audiovisual. Para continuar a impulsionar a inovação, será lançado o portal para o mercado dos meios de comunicação social destinado a empresas em fase de arranque promissoras. A colaboração entre festivais de cinema será reforçada através de diversas redes. Por último, a vertente transetorial aumentará o financiamento do Laboratório de Inovação Criativa para projetos conjuntos de inovação que envolvam vários setores criativos, contribuindo também para o Novo Bauhaus Europeu. Também alargará o apoio aos meios de informação através de medidas suplementares para promover a liberdade dos meios de comunicação social. Os setores cultural e criativo foram sempre uma faceta enriquecedora da vida europeia, contribuindo para a coesão social e a diversidade da Europa, bem como para a sua economia, representando 4,2 % do PIB total e 3,7 % da mão de obra da UE. Mais informações no comunicado de imprensa no sítio Web Europa Criativae neste artigo.

Partilhar:
Voltar